Buscar
  • marianobacellar

brinquedos para atividades físicas - uma necessidade








Quando se fala em atividades físicas, sempre se imagina que estas atividades são saudáveis para o corpo, de acordo com o lema “mens sana in corpore sano”, que quer dizer mente sadia em corpo sadio.

Mas existem muitos outros aspectos a considerar.

A atividade física melhora a aprendizagem e o desempenho do cérebro, em relação a assuntos totalmente intelectuais, como matemática, por exemplo.

Isso acontece ao mesmo tempo em que o cérebro se desenvolve, aumentando sua capacidade de conexões de neurônios, ficando mais apto a aprender mais, ficando mais inteligente!

Em relação aos aspectos emocionais, que envolvem todas as pessoas não isentando as crianças, a atividade física reduz a sensibilidade ao estresse, à ansiedade e até à depressão. Não podemos nos esquecer que, por mais que sejam protegidas, as crianças estão sujeitas a pressões de bullying, inveja de companheiros, disputa de afeto entre irmãos e familiares, sem mencionar o desafio para a autoestima na questão da avaliação do seu aprendizado escolar.

Não sabemos com certeza todos os mecanismos que agem como decorrência da atividade física, mas podemos elencar alguns:

- a atividade física melhora a circulação sanguínea, que leva oxigênio a todos os órgãos do corpo, o que favorece a resistência imunológica a agentes infecciosos;

- a atividade física faz funcionar corretamente o metabolismo, no aproveitamento dos alimentos, evitando a doença de obesidade que é uma epidemia moderna;

- a atividade física estimula a hipófise a produzir endorfinas, que são substâncias fabricadas pelo próprio corpo, que dão sensação de alegria e bem estar à criança.

Mas as crianças não são apenas indivíduos isolados.

Quando consultamos o Relatório Técnico ABNT ISO/TR 8124-8, que apresenta diretrizes para a determinação do início da faixa etária de brinquedos, na Categoria 2 – brinquedos para atividades físicas, temos descritas 25 subcategorias.

Mesmo a subcategoria 2.01, que aparentemente se refere a brinquedos para uma atividade individual, como veículos com pedais, patinetes com três ou mais rodas e bicicletas sem pedal, triciclos, tico-ticos, karts com pedais, motos – apropriados para crianças a partir de 2 anos de idade, estes brinquedos exigem uma interação da criança com pelo menos um adulto, que a ajuda a cavalgar ou pedalar o veículo, e a orienta sobre o movimento, o percurso, a direção a tomar e como frear. A coordenação motora dos pés e das mãos é muito mais completa do que a coordenação entre a visão e os movimentos digitais de nossa era computadorizada, que utiliza de maneira assimétrica e exagerada os circuitos cerebrais.



Se consultarmos a subcategoria 2.11 – brinquedos que imitam as versões reais de esporte, aqui incluídos futebol, vôlei, basquete, beisebol, críquete, pingue-pongue, peteca e raquetes de praia, vamos avaliar alguns efeitos que complementam a atividade física propriamente dita, como:

- conhecimento real de material esportivo, fazendo funcionar outros órgãos sensoriais além da visão, tais como o tato e a audição, propiciando a inserção da criança no universo relacionado ao esporte;

- conhecimento de regras esportivas, que é um aprendizado em relação à voluntariedade infantil excessivamente tolerada nos dias atuais;

- relacionamento com outros jogadores durante a preparação e o desenrolar de um jogo, fato que favorece o desenvolvimento da personalidade para o outro, para a extroversão, combatendo a timidez, introversão e isolamento da criança;

- aprendizado da posição de perdedor, num jogo, o que é muito difícil para a criança naturalmente egoísta, que só compreende a situação a partir dos 5 anos de idade.




Avançando para a subcategoria 2.27, temos o tapete de dança eletrônico simples para crianças a partir de 3 anos de idade.

Este brinquedo é para uma atividade física que desenvolve coordenação geral do corpo de acordo com um ritmo musical, envolvendo habilidade e destreza neuromuscular junto com a percepção da música.

O brinquedo destina-se a desenvolver passos de dança e depois seguir coreografias simples.

É extremamente importante no mundo atual de musicalidade sufocada por ruído excessivo, que para muitas pessoas não inclui a beleza do ritmo. Aqui temos a música envolvendo todo o corpo, não apenas a audição.



Completando estes comentários, seguimos para a subcategoria 2.25 – brinquedos aquáticos para crianças a partir de 3 anos de idade – pranchas e infláveis, animais, personagens, barcos.

A atividade lúdica na água obriga, pela própria situação, a uma movimentação contínua e alegre, que traz para as crianças todos os benefícios da atividade física intensa, feita de maneira espontânea e descontraída.

Podemos considerar, de uma maneira geral, que os brinquedos para atividades físicas são muito úteis para o desenvolvimento completo das crianças.

O INNAC certifica brinquedos para atividades físicas.

Confie sempre nos produtos certificados pelo INNAC.


6 visualizações

©2019 by MARIANO - Engenheiro das crianças Proudly created with Wix.com